PM invade igreja e ameaça acabar culto a tiros

0
PrisãoALAGOAS - O soldado da Polícia Militar José Silvânio da Silva foi preso, ontem, acusado de invadir a igreja evangélica Missionário do Brasil, localizada no Conjunto Graciliano Ramos, em Maceió (AL), e tentado matar o pastor Beilson Teodósio Ferreira, 50, que realizava um culto. José Silvânio teria entrado no local com uma pistola 380 em punho, o que assustou os fiéis. Ele estaria embriagado e dizendo estar irritado com o que chamou de "barulho" dos fiéis. O pastor afirmou que essa foi a segunda ação do militar reformado contra a igreja. Na primeira, teria apenas esbravejado contra fiéis, reclamando do culto, mas agora teria ameaçado matá-lo. O soldado da Polícia Militar José Silvânio da Silva foi preso, ontem, acusado de invadir a igreja evangélica Missionário do Brasil, localizada no Conjunto Graciliano Ramos, e tentado matar o pastor Beilson Teodósio Ferreira, 50, que realizava um culto. José Silvânio teria entrado no local com uma pistola 380 em punho, o que assustou os fiéis. Ele estaria embriagado e dizendo estar irritado com o que chamou de "barulho" dos fiéis. O pastor afirmou que essa foi a segunda ação do militar reformado contra a igreja. Na primeira, teria apenas esbravejado contra fiéis, reclamando do culto, mas agora teria ameaçado matá-lo. José Silvânio não quis falar com a imprensa sobre as acusações. Ele foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio na Central de Polícia. Com informações de Tudo na Hora

SEM COMENTÁRIOS

Responda