No colinho da mamãe…

0

colindo-da-maeQuando estamos desesperados e com a solução faltando, quem devemos procurar para nos ajudar? O colinho da mamãe…

Só nele podemos ser quem somos de verdade, pedir conselhos sem medo de nada e ouvir tudo de bom de quem nos ama…

Deus parece que sabia da necessidade do ser humano em ter alguém tão especial como a mãe para nos gerar, criar e sempre amar…

Um amor tão gigantesco que não cabe dentro do seu peito que até o transborda de tal forma que invade a vida do filho com carinho, atenção e muito amor no coração.

E esse sentimento é tão sublime que nos acostumamos a ele e quando ele falta, devido à ausência física da MÃE, causa uma dor insuportável por muito tempo que, mesmo um pouco aliviada, bate saudade para sempre.

Então, apesar de muitos chamarem a própria mãe de chata, grudenta, quadrada e iguais a todas as outras na Terra, se não o tomarem cuidado em reconhecer sua importância em vida, somente o fará após sua morte, ficando para o resto da vida querendo o colinho da mamãe…

Rogério Araújo (Rofa)

Diácono; escritor e jornalista; secretário e ministro de comunicação da Igreja Batista de Neves, São Gonçalo (RJ); especialista em Leitura e Produção Textual, licenciando em Letras (Língua  Portuguesa/Literatura) e bacharelando em Teologia (FABAT/STBSB), graduado em Propaganda e Marketing e bacharel em Educação Cristã (STBSB); autor de 4 livros: “Rofinha e os amigos de oito patas” (lançado na 24ª Bienal de São Paulo, 2016), “Presentão de Natal/O super-herói do Natal” (lançado em 2014 e esgotado em vinte dias), “Crônicas, poesias e contos que eu te conto…” (lançado na 23ª Bienal de São Paulo, 2014) e “Mídia, bênção ou maldição” – lançado na Bienal do Rio de Janeiro, (2011), Feira de Frankfurt, Alemanha (2013) e Expo América em Nova York, EUA (2012) e em setembro de 2016, participou do Salão de Lisboa, Portugal e Salão de Berlim, Alemanha). Contato: facebook.com/rofaescritor e rofa.escritor@gmail.com

ARTIGOS SIMILARES

0

SEM COMENTÁRIOS

Responda