Uma das maiores cruzada desde Billy Graham atrai milhares de pessoas aos pés de Cristo

0

O maior evento de evangelismo do Reino Unido, desde as cruzadas organizadas pelo evangelista Billy Graham, foi realizado no último sábado (8) no Emirates Stadium, em Londres, na Inglaterra.

Segundo a organização do evento “Just One” (“Apenas Um”), milhares de pessoas renderam suas vidas à Cristo.

“Literalmente, milhares de pessoas foram à frente para entregar suas vidas a Jesus”, disse Peter Wooding, chefe da Aliança Global de Notícias em Londres.

Além de apresentar a fé cristã à milhares de pessoas, um dos objetivos do evento era encorajar os cristãos britânicos a abraçarem a bandeira do evangelismo e compartilhar o Evangelho em seu país.

“Eu acredito que Deus já lançou uma graça sobre o Reino Unido e que vai ser muito fácil ver a salvação na Grã-Bretanha. Isso foi apenas uma antecipação”, disse o líder Jonathan Oloyede Wooding.

O Just One foi idealizado pelo evangelista J. John, que teve a ideia de realizar esse evento durante uma pregação em uma igreja do Reino Unido. “Enquanto eu pregava para uma casa cheia, o Senhor falou para mim: ‘Agora é hora de reforçar e usar os estádios de futebol para o evangelismo novamente’”, ele lembra.

Os participantes do encontro foram incentivados a levarem “apenas uma” pessoa à cruzada evangelística, com a esperança de dobrar o impacto.

O louvor foi ministrado por grandes influenciadores da música, como Hillsong Londres, Matt Redman, e Noel Robinson.

Evangelizar multidões

De acordo com J. John, a igreja precisa se envolver no evangelismo direcionado às multidões. “Há uma autoridade bíblica e um precedente histórico para o evangelismo em massa. Eu acho significativo ver que fora do Ocidente, que está cada vez mais secular, o evangelismo em massa está continuando, com manifestações espetaculares em lugares como a África”, disse J.John ao site Premier Christianity.

“O evangelismo em massa lembra ao mundo que a Igreja não está morta. É fácil ignorar pequenos grupos escondidos em prédios anônimos. Mas isso fica mais difícil se há milhares de pessoas no principal estádio de sua cidade”, J.John observa.

“Minha esperança e oração não é apenas para que o evento seja um sucesso e receba um monte de pessoas animadas sobre Jesus, mas que esta faísca acenda o fogo do avivamento necessário em nossa terra. Eu acredito que é possível. Elvis Presley pode ter deixado o estádio, mas Jesus Cristo não”, afirmou o evangelista.

Com informações de Cbn News

SEM COMENTÁRIOS

Responda