Agosto – Mês da Juventude – Grupo Seleto

0

Uma realização de nossas igrejas e ou denominação sempre neste mês de agosto. Para mim e muitos irmãos foram tempos inesquecíveis, não somente pelas programações, mas também pelo que proporcionou – união, integração com os irmãos adultos, aprendizado e crescimento espiritual. Eram programações, na medida do possível, bem elaboradas – gincana bíblica, estudo temático e ou um livro da Bíblia. Por conta da música surgiam grupos, corais, duetos, solistas e pregadores, deles alguns vocacionados ainda hoje trilham o Ministério da Palavra. Novamente agosto sobre a responsabilidade desse grupo seleto, que hoje tem o perfil de universitário, de  frequentador da igreja somente aos domingos e a atuação da maioria é no chamado “Ministério de Louvor”(instrumentistas e vocalistas).

“Alegra-te, mancebo, na tua mocidade, e anime-te o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração, e pela vista dos teus olhos; sabe, porém, que por todas estas coisas Deus te trará a juízo. Afasta, pois, do teu coração o desgosto, remove da tua carne o mal; porque a mocidade e a aurora da vida são vaidade.(EC.11.9,10).

Grupo seleto é a juventude que merece e precisa de respeito, de compreensão e do apoio, a começar do Pastor, que por sua vez, deve ter “olho clínico”expressão da jovem, Tarcila missionária no Timor Leste) e  palavras norteadoras, quer pessoais e por pregações.

Eles precisam, devem e merecem ser fortalecidos na fé, ponto pacífico. Mas o teólogo local deve com eles interagir também nos quesitos cultura geral e científico (filosófico, psicológico, sociológico, pedagógico, ético e etc), para que seja uma ferramenta de, tanto de inclusão como de permanência na Igreja.

Juventude grupo seleto alvo do mundo, especificamente falando; grupo que é “caçado” para o afastamento dos arraiais eclesiásticos e, consequentemente de Deus; grupo seleto de preço incalculável, mas que sempre tem alguém com altas ofertas querendo para si, conforme o “leilão do menino” realizado por ER, e por vezes de um jovem, em realizações do mês da juventude ou mocidade em nossas igrejas.

Apelo à atenção das  lideranças de nossas igrejas a que olhem e se apliquem na valorização desse nosso grupo seleto, com experiência própria, se vivenciados tais tempos ou não, mas certos de que ele é especial para nós… Dibemcomavida!

Pr. Mário Silva
Igreja Batista Central de Italva-RJ
prmarisil@gmail.com

ARTIGOS SIMILARES

SEM COMENTÁRIOS

Responda