Pastor escolhido pelo currículo?

0

Informações dão conta de que muitas igrejas estão escolhendo líderes de acordo com o currículo que eles possuem. A igreja está reunida para escolher um pastor, quando de repente alguém diz: “Qual é o currículo dele?”. O quê? É sério isso? Sim! Querido leitor, perdoe-me, mas isso é ridículo! Nós, batistas, que dizemos tanto seguir a Bíblia, que ela é nossa única regra de fé e prática… já entramos nessa nova onda? Como é isso?

Imagine a situação: “Irmãos, vamos orar durante um mês para que Deus nos mostre quem Ele quer que assuma nossa igreja, mas não se esqueçam de que o pastor tem que ter formação em Filosofia e Psicologia.”. O quê? Há base bíblica para isso? Onde está? Quero que me mostrem, por favor! Então, logo no começo, o Espírito Santo de Deus já seria impedido de agir, já que os homens já decretaram: “tem que ter formação em Filosofia e Psicologia.”. Não estou dizendo que o pastor só deve ter formação em Teologia, não é isso. A questão é bem maior! Só estou falando que estamos inventando muitas coisas que atrapalham o agir de Deus e essas coisas não têm respaldo bíblico, é isso.

Lembrei-me da escolha dos diáconos, a escolha bíblica, lembra-se? Se não estiver se lembrando, vou dar uma ajudinha: “Escolhei, pois, irmãos, dentre vós, sete homens de boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria, aos quais constituamos sobre este importante negócio” (Atos 6:3). Agora, sim! Prestaram atenção na qualificação? “Boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria”. Afirmo, sem medo de errar: essas três características são muito mais importantes do que ter uma formação em Psicologia ou Filosofia. Estamos falando de visão espiritual e não de carne. Estamos falando de assunto espiritual e os assuntos espirituais devem ser dirigidos por Deus e não por homens, levados pelas “necessidades atuais” da nossa sociedade. Aliás, quem conhece mesmo as necessidades atuais é Deus. Você tem dúvidas disso?

Se não há dúvidas de que Deus conhece tudo melhor que todos, que tal deixarmos que Ele nos mostre a vontade dEle? Deus precisa de nossa ajuda para escolher alguém? Deus pode nos surpreender! Lembre-se: “Deus não vê como o homem vê!”. Um pastor formado em Psicologia, Filosofia ou outra “ia” qualquer não será bênção se não for o escolhido por Deus para pastorear um rebanho. Pode até enganar ou agradar aos homens, ainda mais com essa falta de discernimento espiritual de nosso tempo, mas não será a bênção que seria aquele escolhido pela vontade de Deus e não pelo currículo. Pastor escolhido pelo currículo? Tô fora!

Wanderson Miranda de Almeida
Escritor e Colunista deste Portal
www.wandersonmiranda.com

ARTIGOS SIMILARES

SEM COMENTÁRIOS

Responda