Quinhentos anos da Reforma Protestante

0

No próximo dia 31 serão comemorados, em todo o mundo, os quinhentos anos da Reforma Protestante. Foi no dia 31 de outubro de 1517 que o monge agostiniano Martinho Lutero afixou suas 95 teses na porta da igreja do castelo de Wittemberg. No documento, ele propunha uma série de reformas na Igreja, e uma volta ao cristianismo bíblico. Tal fato assinalou o início da Reforma Protestante.

O sentimento encontrado em Lutero já havia despontado, anteriormente, em outros pontos da Europa. Assim, quando ele expôs as suas ideias, elas encontraram eco no coração de muitos cristãos sinceros. Foi desse modo que, rapidamente, o movimento reformista se espalhou pela Alemanha, chegando também à Suíça, França, Holanda, Reino Unido, Hungria, Escandinávia, Países Bálticos e outros lugares.

Os cinco princípios fundamentais da Reforma Protestante são conhecidos como “os cinco Solas”: Sola Gratia (a salvação é oferecida ao ser humano pela graça, sem méritos do pecador), Sola Fide (a salvação é recebida pela fé, sem concorrência de boas obras), Solus Christus (Cristo é o único Salvador e Mediador entre Deus e a humanidade), Sola Scriptura (a Bíblia é única regra de fé e de prática dos cristãos) e Soli Deo Gloria (toda a glória é devida somente a Deus). Essas crenças constituem os pilares do protestantismo.

Os ideais dos reformadores foram abraçados por muitos, e, apesar das perseguições, se espalharam pelo mundo. Hoje, há milhões de cristãos evangélicos (ou protestantes) ao redor do planeta. Todos eles são agradecidos àqueles homens e mulheres que, no Século XVI, expuseram suas vidas ao perigo, resgatando os ensinos do Novo Testamento e colocando-os ao alcance das pessoas. Um verdadeiro marco na jornada da fé.

É uma data oportuna para você refletir sobre os novos desafios que se colocam diante da Igreja do Senhor.

Pr. Marcelo Aguiar

ARTIGOS SIMILARES

SEM COMENTÁRIOS

Responda