Igreja: membros pecadores e pastores frouxos!

0

A Igreja de Jesus está contaminada. O pecado é um câncer que tem se desenvolvido cada vez mais rápido no meio do povo de Deus. A pureza da noiva de Cristo parece não mais existir, quando olhamos para a igreja e tentamos ver nela o que a Bíblia diz que deveríamos ver. Santidade? Nosso povo parece não conhecer o que é isso. Talvez não conheça mesmo! Crentes sem compromisso com Deus e com a Palavra, mas seriamente comprometidos com o pecado, sem nenhuma vontade de abandoná-lo.

Mas que tipo de pecado podemos encontrar no meio do povo que se diz de Deus? Infelizmente, todo tipo! Adultério, maledicência, impureza, avareza, idolatria, inimizades, brigas, bebedices, desobediência a Deus e aos líderes… Na verdade, toda a lista de pecados existentes.

A Igreja de Jesus está contaminada. O pecado é um câncer que tem se desenvolvido cada vez mais rápido no meio do povo de Deus. 

A situação da igreja é grave. Mas por que digo isso? Porque além de estar contaminada, não se incomoda. O homem que está traindo sua esposa participa normalmente dos cultos como se nada estivesse acontecendo. Da mesma forma, a mulher que está traindo seu marido. Adúlteros que não são incomodados pelo seu pecado! Pessoas que bebem e causam escândalo entram no templo sem nenhum tipo de constrangimento. Sem continuar com os exemplos, a questão é: os membros da igreja de Jesus estão alimentando seus pecados, vivendo na carne, sentem prazer no pecado, não se incomodam por estar vivendo totalmente fora do padrão estabelecido por Deus e continuam como membros da igreja local, sem que nada seja feito. A igreja não toma providências. Isso não pode continuar assim!

No meio dessa situação caótica, penso nos pastores. Homens escolhidos por Deus para liderar o rebanho do Senhor, para ensinar a Palavra, para guiar o povo pelo caminho correto. Onde estão esses homens? O que eles estão fazendo? Por que não tomam providências? Se a igreja é imatura e aceita o pecado, o pastor está aí para acabar com essa zona! Exatamente isso: zona! Mas a maioria tem se calado.

Alguns pastores não tomam providências porque não querem ficar estressados, não querem perder a saúde. Outros não tomam providências porque não querem arrumar problemas com a família de quem está no erro. Há aqueles que não fazem nada porque acreditam que o tempo vai resolver a situação. E ainda há aqueles que não fazem nada por medo. Medo de tudo e de todos. Pior ainda, não gostam quando algum membro da igreja diz que eles precisam tomar providências. Dizem que esse tipo de membro atrapalha a vida da igreja. É mole? O membro que enxerga o que deve ser feito é o causador do problema, pastores? Parem com isso!

Pastores frouxos! Isso é o que muitos têm sido. Pastores medrosos, covardes, sem unção, sem compromisso com Deus, sem compromisso com a Palavra, sem compromisso com a santidade e a pureza da igreja de Cristo. Pastores que não agem com a autoridade que lhes foi concedida por Deus. Pastores que não estão sendo dignos da missão que Deus lhes confiou.

Que Deus tenha misericórdia de Sua igreja e desses pastores que agem dessa forma!

Wanderson Miranda de Almeida
Escritor e Colunista deste Portal
www.wandersonmiranda.com

ARTIGOS SIMILARES

0

0

SEM COMENTÁRIOS

Responda