Eu irei ao seu velório

0

Eu me proponho a ir ao seu velório. Só não terei tempo de ir à sua casa enquanto estiver vivo. Também não terei tempo ou interesse em ligar para o seu celular; o máximo que farei será mandar alguma coisa no whatsapp ou um alô no facebook. Se você estiver doente, prefiro que melhore sem mim.

Eu irei ao seu velório. Só não irei na maternidade ver o seu filho que nascer ou celebrar a sua alegria pela casa adquirida ou o emprego conseguido. Não terei tempo de cumprir a promessa de almoçar consigo ou tomar aquele café na esquina.

Eu irei ao seu velório. Só não irei ao seu encontro quando não houver um motivo tão forte quanto um falecimento. Talvez se você perder o pai, a mãe, a esposa, um filho, eu lhe veja. Mas tem que ser algo de que eu não consiga me livrar de forma aceitável.

Eu me proponho a ir ao seu velório. Só não terei tempo de ir à sua casa enquanto estiver vivo.

Eu irei ao seu velório. Só não orarei especificamente por sua vida, nem tampouco terei qualquer interesse em saber como tem vivido. Pouco me importarei se você está feliz, se está precisando de ajuda, se carece de algum conselho. Eu gosto de amizades que não me custem nada, que não sejam um peso nas minhas preocupações de vida..

Eu irei ao seu velório. Só não lhe avisarei sobre as mudanças que terão acontecido comigo. Não espere que eu lhe mande o meu novo número de celular, o novo endereço onde resido, que lhe responda ao pedido de oração que distribuí nas mídias. Eu creio que Deus nos deu a vida para que cada um cuide da sua. Se eu cuidar bem da minha já terei feito muita coisa.

Eu irei ao seu velório. Procurarei ir até bem vestido. Buscarei a sua família remanescente e darei um abraço forte. Até derramarei alguma lágrima de saudade, lembrando-me dos amigos que um dia fomos. Eu creio que não farei feio diante das pessoas que nos foram comuns. Eu me sairei bem socialmente. Demonstrarei emoção e afeto. Pode ficar sossegado.

Mas, diante disto, só me entristeço com uma coisa.

Se eu for ao seu velório VOCÊ NÃO IRÁ AO MEU. E, se nem você estiver ali, será que terei alguém presente? Afinal, se todos os meus relacionamentos forem similares ao que eu desenvolvi consigo, creio que não terei muitos que ao menos queiram aparentar emoção aos conhecidos; não deixei amigos comuns!

E se eu morrer primeiro, se eu não tiver a oportunidade de partir depois, será que você irá ao meu enterro?

Será?

Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade. (1Jo 3:18)

E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará. (Mt 24:12)

Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma. (Tg 2:17)

amai-vos ardentemente uns aos outros com um coração puro; (1Pe 1:22)

* Dedicado a todos aqueles que têm deixado de lado o amor, a atenção e o cuidado para com as pessoas que lhe deveriam ser importantes; não esperem receber um aviso do velório delas. Para esta amizade terá sido tarde demais.

Pr. Wagner Antonio de Araújo
Igreja Batista Boas Novas do Rodoanel em Carapicuíba, São Paulo, Brasil
Colaborador deste Portal

ARTIGOS SIMILARES

0

0

SEM COMENTÁRIOS

Responda