Igreja Universal ganha causa e Google remove Templo de Salomão das buscas; entenda

0
6

Por alguns anos o Templo de Salomão, da Igreja Universal do Reino de Deus, aparecia nas pesquisas do Google quando o usuário digitava “Anticristo” e “Sinagoga de Satanás”. A denominação entrou na Justiça e conseguiu ganhar a causa, obrigando a empresa a desassociar o templo deste tipo de busca.

O Tribunal de Justiça de São Paulo aceitou o pedido da Igreja Universal em uma decisão proferida no final do ano passado, mas apenas este mês o Google atendeu a determinação e removeu o endereço da igreja dos termos pejorativos.

Localizado no bairro do Brás, em São Paulo, o Templo de Salomão foi inaugurado em 2014, com espaço para receber 10 mil fiéis por culto, uma construção inspirada no templo erguido por Salomão, como lemos na Bíblia.

Considerado como o maior templo evangélico do Brasil custou R$ 680 milhões à Igreja Universal, uma construção que ocupa 100 mil m² onde além da igreja, há um prédio para assuntos administrativos e um museu onde é possível conhecer de perto toda a história dos hebreus.

Compartilhar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.