Igrejas Católicas são obrigadas a racionar hóstias por escassez de farinha na Venezuela

0

Os sacerdotes do Estado de Mérida na Venezuela solicitaram aos fiéis que doem farinha às religiosas que produzem as hóstias diante de uma grave escassez que põem em risco a própria celebração do Sacramento da Eucaristia. 

O sacerdote Edward Molina expôs à emissora colombiana ‘Blu Radio’ que a farinha de trigo está escassa “como todas as coisas no país” e que sem este elemento não se pode fabricar a hóstia, indispensável para a celebração do Sacramento da Eucaristia. “Nós párocos temos tido que pedir aos fiéis que levem farinha às irmãs religiosas que a preparam”, relatou. Pelo momento, as paróquias optaram por dividir as hóstias para permitir que os fiéis comunguem, mas alertaram sobre a possibilidade de chegar a não contar com formas suficientes e propor aos fiéis realizar comunhões espirituais. “Se faz a comunhão espiritual, uma oração que não é que substitua, mas onde se pede ao Senhor que se faça presente espiritualmente”, expôs o sacerdote. 

A situação de escassez que afeta neste caso a Igreja se expressa em muitos outros elementos da cesta básica. Os cidadãos têm dificuldade para encontrar leite em pó, margarina, açúcar, óleo de milho, queijo, grãos, macarrão, pão e outros elementos básicos. A situação produziu uma grande onda de migração, especialmente para a Colômbia, e a Igreja Católica implementou inúmeros projetos de atenção aos cidadãos locais e migrantes.

Redação com Agências

SEM COMENTÁRIOS

Responda