Quando o cristão se parece com o diabo

0

Lembro-me de quando eu era criança. Naquele tempo, a Xuxa fazia um grande sucesso com o público infantil e prova disso era a quantidade enorme de meninas que queriam se parecer com ela. O cabelo loiro, aquele penteado e a maneira que a Xuxa se vestia eram coisas a ser imitadas pelas fãs mirins.

Bem, o tempo passou, a Xuxa já não tem um programa infantil, não faz tanto sucesso, mas as pessoas continuam gostando de se parecer com seus “ídolos”. Você procura se parecer com alguém?

Ao meditar sobre isso, pensei no quanto alguns, sem nem perceber, tornam-se parecidos com o diabo. Não fique espantado! É isso mesmo: tem muita gente se parecendo com o diabo. Pior: tem muito cristão se parecendo com o diabo.

“Mas como assim?”, você pode perguntar. Muitos se parecem com o diabo ao praticar as mesmas coisas que ele pratica, ao ter características semelhantes às dele.

Separei três características do diabo e gostaria que você prestasse atenção nisso, afinal, você não quer se parecer com ele, quer?

Acusador. “Então ouvi uma forte voz do céu que dizia: ‘Agora veio a salvação, o poder e o Reino do nosso Deus, e a autoridade do seu Cristo, pois foi lançado fora o acusador dos nossos irmãos, que os acusa diante do nosso Deus, dia e noite’” (Apocalipse 12:10).

Se tem um especialista em acusação, esse é o diabo. A Bíblia diz que ele nos acusa dia e noite. Ele quer nosso mal, nossa derrota, nossa desgraça.

Mas não é só o diabo que gosta de acusar. Muitos cristãos também adoram isso! Há cristãos até que gastam a própria vida para tomar conta da vida dos outros, procurando seus deslizes, para ter o prazer de acusá-los. Quem faz isso assemelha-se ao diabo. É tão acusador quanto ele. Se você é assim, você se parece com o diabo.

Inimigo. “Sejam sóbrios e vigiem. O diabo, o inimigo de vocês, anda ao redor como leão, rugindo e procurando a quem possa devorar” (1 Pedro 5:8).

Inimigo é aquele que se opõe. Interessante é perceber que no nosso meio há pessoas que se opõem a nós. Há pessoas que não ficam felizes quando outros cristãos avançam ou quando a própria obra de Deus avança. É a oposição no nosso meio. Essas pessoas fazem de tudo para atrapalhar e acham que estão fazendo algo muito bom, é mole?

Se você se opõe à obra de Deus ou a outros cristãos, você se parece com o diabo.

Mentiroso e pai da mentira. “Vocês pertencem ao pai de vocês, o diabo, e querem realizar o desejo dele. Ele foi homicida desde o princípio e não se apegou à verdade, pois não há verdade nele. Quando mente, fala a sua própria língua, pois é mentiroso e pai da mentira” (João 8:44).

O diabo é mentiroso e pai da mentira. Ele oferece coisas tentadoras, coisas que parecem muito boas realmente, mas esconde as consequências que virão sobre aqueles que cederem à tentação. O mundo pecaminoso parece algo “saboroso”, atrativo, mas traz consequências terríveis. A pior das consequências é ter que passar uma eternidade no inferno.

A mentira tornou-se algo tão normal em nosso mundo, que já inventaram até cores para ela. É triste isso!

É horrível quando vemos cristãos extremamente amigos da prática da mentira. Há pessoas que não conseguem viver sem mentir e isso não é nada bom. Fui questionado sobre o porquê de não colocar placa do Espírito Santo em meu carro. A resposta é óbvia: “Não moro no Espírito Santo!”. Só que essa resposta óbvia não agrada, já que as pessoas sabem que no Estado do Espírito Santo eu pagaria bem menos que no Estado do Rio de Janeiro. Sendo assim, aqueles que gostam de se parecer com o diabo e não têm nenhum compromisso com o evangelho só conseguem enxergar a economia que uma “mentirinha” pode trazer. Eu inventaria um endereço naquele Estado e pagaria menos impostos. Simples, não é? Para os impuros, sim.

Cristãos autênticos são comprometidos com os valores do Reino de Deus e a mentira não é um valor do Reino. Se eu moro no Rio de Janeiro, coloco placa com meu endereço do Rio de Janeiro, único endereço que eu tenho. Não sou bobo por pagar mais caro; sou cristão. E sobre a economia que eu teria no outro Estado? Meu Deus supre minhas necessidades e me recompensa por minha fidelidade. Deus é fiel!

Se você é mentiroso, você se parece com o diabo.

Poderia citar outras coisas aqui, mas creio não ser necessário. Toda pessoa que se comporta como inimiga, acusadora ou mentirosa está vivendo da mesma forma que o diabo, pois essas características são dele. Se você se comporta assim, ainda que seja cristão, está se parecendo com ele, não há como discordar disso.

Eu não quero me parecer com ele, não quero ter características semelhantes às dele, você quer?

Wanderson Miranda de Almeida
Colunista deste Portal
www.wandersonmiranda.com

ARTIGOS SIMILARES

0

0

SEM COMENTÁRIOS

Responda