Você crê na provisão de Deus?

0

Esta pergunta é muito pertinente. Preso em Roma, o apóstolo Paulo escreve aos irmãos em Filipos afirmando por fé, com convicção: “Deus suprirá todas as necessidades deles em Cristo Jesus” (Filipenses 4.19). Ele sabia do que estava falando. Já no fim do seu ministério, o velho embaixador do Rei, em prisões, reafirma a convicção da provisão de Deus. Para Paulo, Deus é sempre o fiel provedor nas circunstâncias mais difíceis. Ele estava se referindo à sua própria experiência missionária, trabalhando de Jerusalém (Oriente) a Roma (Ocidente). O nosso Deus tem prazer em prover no campo da nossa liberalidade. Ele ama ao que dá com alegria (2 Coríntios 9.7). É maravilhoso experimentarmos o cuidado e a provisão do nosso Pai! Crer na provisão de Deus é exercitar a nossa fé na Sua fidelidade. Ele é sempre fiel e não pode negar-se a si  mesmo (2 Timóteo 2.13).

Deus faz frutificar a sua provisão num solo fértil de fé, confiança, descanso, fidelidade e liberalidade. A base da nossa resposta à provisão de Deus é a nossa plena alegria nele. Quando o Senhor é a minha satisfação, todas as coisas são vivenciadas nessa perspectiva. Temos um Deus provedor que nunca falha. O prazer do Pai é ver Seus filhos exercitarem a fé numa vida de liberalidade. A lei da semeadura e da colheita é do Criador. Ele a estabeleceu para a Sua glória e o nosso sustento. Provisão significa ato ou efeito de prover; provimento, abastecimento, fornecimento. A fonte da provisão é o próprio Senhor. Nele está a fonte de toda a boa dádiva e todo o dom perfeito (Tiago 1.17). A despensa do cristão genuíno, que vive na dependência de Deus, está sempre provida. Esta era a certeza de Davi quando afirmou: “Fui moço e já agora sou velho, mas nunca vi desamparado o justo e sem a sua descendência a mendigar o pão” (Salmo 37.25).

Quantas vezes agimos com incredulidade quando não confiamos que o Senhor abrirá a porta de um trabalho ou suprirá qualquer outra necessidade. Ficamos ansiosos, preocupados e nos esquecemos das sábias orientações de Jesus em Mateus 6.25-34. Aqui está o antídoto contra a ansiedade.  O segredo é buscarmos o Reino de Deus em primeiro lugar, sabendo que as outras coisas serão acrescentadas (Mateus 6.33). A fé na fidelidade de Deus é o segredo para o nosso descanso. O nosso Pai jamais falhará. Ele nos leva a refletir quando nos pergunta: “operando eu, quem impedirá”? (Isaías 43.13).

Muito mais importante do que as leituras que fazemos do mundo secular, é a meditação na Palavra de Deus. O nosso referencial não é o que o homem diz ou afirma, mas o que o Senhor revela em Sua Palavra. A palavra final é sempre dele. A leitura de tudo o que acontece neste mundo deve submeter ao crivo das Escrituras. O nosso olhar para o quadro difícil no qual estamos vivendo deve ser sempre na perspectiva do Senhor Jesus Cristo. Podemos viver num mundo caótico, muito difícil ou complicado, mas temos a nossa esperança em Cristo Jesus – Aquele que sem Ele nada do que foi feito se fez (João 1.3). A provisão do Pai está no Filho, pois Ele é antes de todas as coisas e todas as coisas subsistem por meio dele (Colossenses 1.16,17).

A provisão de Deus é real. Infalível. Determinante em nossas vidas. Não podemos retroagir, mas devemos avançar, olhando sempre para Jesus, o Autor e Consumador da nossa fé (Hebreus 12.1,2). Na perspectiva do Reino de Deus, a oração (fé), o exame das Escrituras (espiritualidade), a criatividade (ciência), o trabalho perseverante (força humana) e a integridade (ética ou moralidade) são elementos que formam o campo no qual o Senhor proverá todas as nossas necessidades. A provisão de Deus tem coerência com a nossa coragem e não com o medo. Coerência com a nossa constância. Desde a Criação de todas as coisas até à consumação dos séculos, ao fim da História, o nosso Deus é sempre fiel e não pode negar-se a Si mesmo (2 Timóteo 2.13). Como afirma o apóstolo Paulo: “Graças a Deus pelo seu dom inefável ou indizível” (2 Coríntios 9.15).  Louvado seja o nosso Pai por Sua fidelidade e consequente provisão! Que cada um de nós possa afirmar com muita convicção: “Eu creio na provisão de Deus”.

Pr. Oswaldo Luiz Gomes Jacob
Pastor da Segunda Igreja Batista em Barra Mansa – RJ
Colunista deste Portal
pitzerjacob@gmail.com

ARTIGOS SIMILARES

0

0

SEM COMENTÁRIOS

Responda