Pensamentos e Caminhos

0

“Pois os meus pensamentos não são os pensamentos de vocês, nem os seus caminhos são os meus caminhos, declara o Senhor. Assim como os céus são mais altos do que a terra, também os meus caminhos são mais altos do que os seus caminhos e os meus pensamentos mais altos do que os seus pensamentos.” (Isaías 55.8-9)

Crer envolve necessariamente conhecer a Deus, pois a fé cristã é uma fé relacional. Uma fé na qual o sucesso, o ápice, não está em obter o favor divino, a benção que tanto ansiamos. O sucesso e o ápice estão na proximidade, comunhão e conhecimento de Deus. O sucesso está na realização da vontade de Deus em nossa vida. Em, cada vez mais, confiarmos em Sua vontade e nos submetemos a ela. Em outras palavras, uma grande fé é a fé de quem está mais comprometido em fazer a vontade de Deus do que determinado a obter de Deus a realização da própria vontade. Isso tem valor eterno e leva-nos a sermos verdadeiramente felizes, verdadeiramente nós mesmos e não uma simulação de alguém que achamos que deveríamos ser. A vida com Deus é verdadeira, abundante, plena (Jo 10.10).

O texto de hoje, do livro do profeta Isaías, ajuda-nos a lembrar de que o modo como Deus vê a vida e nos vê é muito diferente do modo como vemos. Nesse sentido, podemos assumir que nossa compreensão e nossas certezas sobre a vida e sobre nós mesmos, sobre nossas prioridades, problemas e propósitos, tem grandes chances de estarem afetadas por ilusões, parcialidades e conveniências. Portanto, a visão de Deus é melhor para nós que a nossa própria. Se dependermos apenas de nós mesmos para viver e nos estabelecer, jamais viveremos ou seremos o melhor que podemos. A vida terminará incompleta. Teremos perdido oportunidades e não teremos realizado nosso melhor potencial. Na visão de Deus há muito mais para nós do que em nossa própria.

Mas há um caminho inegociável para conhecermos os pensamentos e caminhos de Deus e sermos transformados. E não é o caminho da ambição egoísta. Isso não acontece se o que nos move é a fé de quem pretende beneficiar-se de Deus, acreditando que sua fé o levará a sempre se dar bem e a superar todos os problemas. O caminho que nos possibilita experimentar os pensamentos e caminhos de Deus é o da submissão. Da total confiança em Seu amor. É assim que nos tornaremos verdadeiramente nós mesmos. É assim que lidaremos com a raiz de nossos pecados e buscaremos a cura no abraço de Deus e não nos artifícios da religião. Pouco a pouco (ou mais rapidamente, Deus é quem sabe), nos veremos envolvidos pelos pensamentos de Deus e com os pés nos Seus caminhos. E é aí que saberemos, de fato, o que a vida é e quem nós somos!

ARTIGOS SIMILARES

0

0

SEM COMENTÁRIOS

Responda