O Deus semeador

0

“Este é o significado da parábola: A semente é a palavra de Deus.” (Lucas 8.11)

A Parábola do Semeador retrata uma cena intensamente comum no tempo de Jesus. Ainda hoje seus termos não são obscuros para nós. Embora não estejamos afetos às técnicas de semeadura daquele tempo, podemos compreender o processo: alguém enchendo a mão de sementes e lançando sobre a terra para semeá-la. Há uma certa prodigalidade nessa forma de semeadura, mas era bem assim que era feita nos tempos antigos. Jesus usou algo material para falar de algo espiritual. Usou o trabalho de um semeador para falar da ação de Deus. Jesus disse que a semente é a palavra de Deus. Na parábola a semente é desperdiçada, mas não está em falta.  Assim como não falta palavra de Deus dirigida a nós, que tantas vezes a desperdiçamos. “Palavra de Deus” pode referir-se às Escrituras e certamente refere-se, mas vai além dela. É toda manifestação de Deus à vida humana para oportunizar fé, encontro, entrega e transformação.

A palavra de Deus semeada é mais que uma mensagem que alguém prega a outro alguém, embora possa incluí-la. A palavra de Deus nos chega pela vida e testemunho de pessoas, por experiências as mais diversas, por leituras que fazemos, por meio da música e não exclusivamente a música gospel ou evangélica. O salmista declara: “Os céus proclamam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra de Suas Mãos” (Sl 19.1) – palavra de Deus sendo semeada! Em nenhum dos Evangelhos (e os três sinópticos trazem essa parábola) há registro de Jesus dizendo quem e o semeador. Porque  os meios podem ser muitos, mas sempre será uma ação de Deus por meio do Espírito Santo. – o Supremo Semeador! A palavra de Deus está sendo semeada das mais diversas formas e a todos, e é o próprio Deus quem o faz. Ele está por trás de toda semeadora de Sua palavra.

Mas porque há tanta escassez de vida com Deus? Mesmo no ambiente religioso cristão, há muito barulho, muito evento, muita música, muitos jargões, mas poucas evidências de que a Palavra de Deus foi semeada de fato. Falta amor, falta humildade, falta empatia, falta leveza, falta inclusive bom senso, sem falar em sabedoria, responsabilidade e ética! Tudo isso pode fazer parecer que Deus não está semeando Sua Palavra! Mas está! E ela está frutificando em muitos corações. Talvez estejamos cegos para os frutos, pois inventamos frutos em nossa religião e só temos olhos para eles. Inventamos uma piedade estranha ao Reino e nos tornamos cegos para os frutos do Reino de Deus. Precisamos perceber isso, admitir isso. Precisamos considerar melhor nossos caminhos. Onde estão as sementes de Deus em nossa vida e quais os frutos que as evidenciam? Não se apresse em responder. Cuidado com respostas artificiais aprendidas em sua religião!

ARTIGOS SIMILARES

0

0

SEM COMENTÁRIOS

Responda