Missionários ensinam o português para alcançar refugiados no Brasil

0
21

Com a chegada dos refugiados venezuelanos no Brasil, uma caravana de missionários voluntários esteve em Boa Vista, Roraima, para prestar ajuda e evangelizar os estrangeiros. Os cristãos fazem parte do programa Voluntários Sem Fronteiras e relataram dificuldades em falar de Jesus para este povo.

Acontece que de fato há uma forte resistência. Não dos venezuelanos, mas de quem os cercam. Os refugiados geralmente ficam nas praças, mas logo são levados para abrigos pelo exército. Nesses abrigos, eles ficam estão cercados com monitoramento e as forças armadas proíbem a evangelização dentro do espaço.

O missionário voluntário Paulo Ricardo da Silva contou mais detalhes. “Em um sábado. Fomos para frente de um abrigo pedir a liberação do capitão para entrarmos. Depois de esperar uma hora no sol e em oração, as Forças Armadas abriram as portas. Não podíamos dizer que estávamos lá para evangelizar, se não seríamos expulsos. Mas cremos no poder de Deus”, disse.

Para poder ter acesso aos refugiados, os missionários estão usando como ferramenta de evangelização as aulas de português. Os estrangeiros têm uma grande necessidade de aprender o idioma, pois todos os dias centenas deles estão procurando trabalho. Apesar disso, uma grande barreira para eles tem sido entender nossa língua.

“Deus nos mostrou essa ferramenta para poder conquistar não só amizade desse povo, mas também as autoridades que estão aqui”, disse Paulo Ricardo. Através disso, seis venezuelanos aceitaram a Jesus e o confessaram como Senhor de suas vidas. Eles já foram iniciados em grupos de discipulado e agora algumas casas abrigam os refugiados.

“Grandes coisas o Senhor tem feito durante esse tempo e muitas pessoas têm tido esperança”, ressalta o voluntário. A missão desses missionários é expandir o Reino de Deus pelo mundo. A Junta de Missões Mundiais pede: “Não deixe de orar pelas vidas dispostas a servir indo para o campo”.

O programa “Voluntários Sem Fronteiras” tem levado o amor de Jesus a muitas pessoas e desenvolvendo o chamado missionário de cada vocacionado. Segundo a JMM, quatro participantes do programa desembarcaram em Medellín, na Colômbia, para apoiar missionários brasileiros, na última sexta-feira (15).

Com informações da JMM

Compartilhar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.