Pastor “desaparecido” em Londrina está sendo investigado pela polícia

0

O pastor Edvaldo de Oliveira, 57 anos, continua desaparecido, mas as autoridades de Londrina (PR) começam a dar uma nova versão para o sumiço do pastor que saiu de casa na última sexta-feira (13) para pagar contas e não voltou mais para casa.

A linha de investigação do caso passou a apontar o religioso como estelionatário, por acreditar que ele fugiu para gastar o dinheiro arrecadado com dízimos e ofertas da Igreja Pentecostal Monte Sião, em Londrina (PR), onde ele é pastor.

As autoridades chegaram a esse entendimento após analisarem que o pastor realizou saques em agências bancárias da região e ainda ficou hospedado por duas noites em um hotel de Rolândia, na Grande Londrina. De lá, ele seguiu para Guaíra, no sudoeste do Estado e então foi para São Paulo.

Diante das provas já colhidas pela polícia, que inclui a entrada e saída do pastor sozinho nos bancos e sua hospedagem no hotel, foi descartada a hipótese de crime de sequestro contra o pastor.

Com informações do JMN

SEM COMENTÁRIOS

Responda