Pastor evangélico se torna primeiro-ministro da Austrália

0
Scott Morrison leva sua fé para governar o Pais.

No dia 31 de agosto, o pastor de uma das maiores igrejas pentecostais de Sydney se tornou o primeiro-ministro da Austrália.

Scott Morrison é o primeiro chefe de governo da Austrália que pertence a um movimento cristão evangélico, levando muitos cidadãos a indagar se este fato poderá afetar as decisões de política externa ou de política social.

Morrison, 50 anos, cresceu em um bairro de Sydney, à beira-mar, e sua família sempre participou ativamente da Igreja Unida da Austrália. Conheceu sua esposa, Jenny, na igreja, aos 12 anos.

“Para mim, a fé é algo pessoal, mas suas implicações são sociais porque a responsabilidade pessoal e social se encontram no cerne da mensagem cristã”, afirmou Morrison em sua primeira intervenção no Parlamento, em 2008.

“A Austrália não é um país secular”, acrescentou. “É um país livre. Esta é uma nação na qual os cidadãos têm a liberdade de seguir o credo que escolherem”.

Com informações de O Estadão

SEM COMENTÁRIOS

Responda