Série “Super Drags” da Netflix é condenada pela Sociedade Brasileira de Pediatria

0
102
SBP pediu cancelamento do lançamento.

A série brasileira “Super Drags” ainda está em fase de produção. Mas é motivo para debate e polêmica. A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) emitiu nota oficial demonstrando preocupação com o desenho animado. Segundo o documento, a trama gira ao redor de jovens que se transformam em drag queens super-heroínas.

Segundo o órgão, a animação, que foi produzida para o publico adulto, apresenta riscos para crianças e adolescentes. Além de ser um conteúdo impróprio para a TV. E pede cancelamento da série.

“A SBP respeita a diversidade e defende a liberdade de expressão e artística no País, no entanto, alerta para os riscos de se utilizar uma linguagem iminentemente infantil para discutir tópicos próprios do mundo adulto, o que exige maior capacidade cognitiva e de elaboração por parte dos espectadores”, declarou o conselho de pediatras.

A série é produzida para a Netflix. E mostra a história de três amigos. Segundo descrição da plataforma de vídeos, eles “de dia, trabalham numa loja de departamento e têm que aguentar o chefe escroto. De noite, eles aquentam a neca e se transformam nas super drags, prontas para salvar o mundo da maldade e da caretice, enfrentando um vilão desaplaudido a cada episódio”.

O programa é a primeira animação brasileira a entrar para o catálogo do serviço de streaming e não tem data de estreia anunciada.

Com informações de O Globo

Compartilhar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.