Menos folhas, mais vidas!

0
147

“Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor. Todo ramo que, estando em mim, não dá fruto, ele corta; e todo que dá fruto ele poda, para que dê mais fruto ainda.” (João 15.1-2)

A jornada cristã envolve muitos desafios. Eles não são testes para ver se seremos classificados e, quem sabe, possamos ser de fato filhos de Deus. Somos filhos de Deus em Cristo, pela fé nele. Isso é graça pura. Não há mérito de nossa parte, somente da parte de Cristo. Uma vez incluídos no Reino de Deus, todavia, como andaremos? Como será essa jornada? Precisamos a madurecer, precisamos ser livres com a liberdade que vem de Cristo. Mas as vezes ficamos presos a enganos e permanecemos imaturos. Poderíamos ser mais frutíferos para o Reino, mas não somos. Por isso o Agricultor, o Pai, precisa realizar uma podadura em nós. Às vezes há galhos cheios de folhas, bem verdes e bonitos, mas o Pai olha e diz: é preciso podar.

Veja que a poda é necessária não por causa do ambiente externo da planta apenas, mas em grande parte por causa da natureza da própria planta. É da natureza da planta fazer brotar galhos inúteis, que apenas consomem a seiva. Há plantas em que esses galhos tornam a copa maior, cheia, criando uma boa sombra, mas reduzindo o contato dela coma luz do sol. Essa é uma boa metáfora do que pode acontecer conosco. Precisamos avaliar se nossas atividades religiosas estão cooperando com nossa vida ou apenas servindo para causar a admiração dos outros. Se diz respeito a vida ou apenas a aparência. Tudo que fazemos tem nos levado a ser pessoas mais amorosas, compreensivas, pacientes, empáticas? Estamos nos tornado cônjuges, familiares e amigos melhores? Nossa fé diz respeito a quem estamos nos tornando, a quem devemos ser .

A poda que Deus faz em nós é para que aproveitemos o melhor da Videira, de Cristo. Para que desfrutemos mais de Sua presença, graça e amor. Para que mais dele esteja em nós. É isso que nos faz frutífero. E se mais de Cristo tivermos melhores pessoas seremos. Nossos frutos serão melhores. Salvarão vidas. Inspirarão pessoas. Fortalecerão os fracos, levantarão os abatidos, consolarão os que sofrem. Os frutos que produzirmos honrarão a Deus. Precisamos entender que a honra a Deus é resultado da vida que vivemos e não das coisas que dizemos ou cantamos. Quando nossa vida o honra, aí o que dizemos a Ele e cantamos para Ele também o fazem. Estamos precisando de uma boa podadura do Pai? Que ela aconteça e que sejamos melhores.

Compartilhar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.