O Espírito e a carne

0
99

“Vigiem e orem para que não caiam em tentação. O espírito está pronto, mas a carne é fraca.” (Marcos 14.38)

O quanto nos conhecemos? Já nos demos conta de como funcionam as dinâmicas que nos fragilizam? Já entendemos os processos que normalmente nos fragilizam? Satanás sobe como dialogar conosco e nos convencer a ir e fazer o que ele quer. E ele jamais quer o que nos fará bem. Ele sabe os caminhos mais eficientes para nos levar a cair. Cair envolve muita coisa e as ideias em que acreditamos. Elas definem a maneira como vemos a vida. Quando vemos a vida de maneira errada, ilusória, distorcida, estamos em queda ainda que não tenhamos caído ainda. E talvez seja essa a pior forma: seguir errando enquanto se acredita que o rumo está certo! Não é assim que muitos, ao final, lamentam por terem lutando tanto e por fim alcançado tão pouco? Por entenderem que o que conquistaram, de fato, não era o que pensavam?

Precisamos nos abrigar em Deus, na comunhão com Ele, para não fracassarmos assim – fracassarmos em meio ao nosso sucesso! Jesus disse que precisamos orar. Orar é entrar e desfrutar a presença de Deus. Presença que ele graciosamente nos oferta. Precisamos abrir diariamente nossa Bíblia e lê-la em oração, para que nossa leitura seja mais do que apenas conhecer o que está escrito: precisamos dialogar com as Escrituras e escutar Deus nelas. Devemos ter o hábito de, antes de sair de casa, entrar em oração, em conversa com Deus, buscando com isso a possibilidade de estarmos com Ele, onde quer que estejamos. Estamos sujeitos a cair em tentação a qualquer momento e em qualquer lugar. Estamos sujeitos, como Pedro, a negar nosso Mestre, tendo acabado de dizer que estávamos dispostos a morrer por Ele. Como somos ignorantes sobre o poder de nossas fraquezas!

Se não fosse a fidelidade de Jesus, não haveria relacionamento entre Ele e Pedro e nem entre nós e Ele. É Ele quem jamais nos nega, nos rejeita ou falha conosco. Nós, lamentavelmente, não somos de confiança. Nossa imaturidade nos faz esquecidos disso, e confiamos demais de que somos capazes, esquecidos do quanto somos incapazes. Uma completa irresponsabilidade não vigiarmos e orarmos. Diariamente seremos tentados, não há dúvida. A questão é: estaremos preparados para enfrentar as tentações? Se escolhermos diariamente dar atenção ao espírito, que está pronto, e não brincarmos com a carne, que é fraca, teremos boas chances! Estamos chegando ao final da semana. Termine bem: ore! Aproveite o fim de semana e ore mais! O Diabo não descansa. Para ele, todo dia e dia de matar, roubar e destruir. Que para nós, todo dia seja dias de orar e vigiar, pois todo dia o espírito está pronto, mas a carne é fraca!

Compartilhar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.