Um reino ou um castelo?

0
77

“Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros.” (João 13.35)

Deus nos chamou para sermos parte de um Reino, o Seu Reino, inclusive para de sua edificação na terra. Mas as vezes tudo que fazemos é nos dedicar a construção de um castelo. Fazemos de nossa fé uma experiência egoísta e interesseira. Dirigimos nossa fé  em Deus quase totalmente ao objetivos de receber bençãos e nos sentir supridos. Não estamos proibidos de fazer isso e até somos incentivados. Mas temos tornado isso o centro. As vezes, é este o único lugar que frequentamos em nossa fé. Vivemos mergulhados em nós mesmos e, embora saibamos e tantas vezes tenhamos lido, não somos tocados como deveríamos pelas palavras de Jesus.

No Reino cabem vários castelos, mas em nenhum castelo cabe o Reino! Nossos desejos, sonhos e anseios cabem na nossa relação com Deus, mas nossa relação com Deus não pode resumir-se a ele. Onde está o seu irmão? A primeira vez que lemos essa pergunta nas Escrituras é em Gênesis, numa conversa entre Deus e Cain. E essa pergunta jamais perdeu a relevância na história da salvação. Jesus fez essa pergunta de várias formas. Em uma delas, quando falou sobre entregar oferta (dedicar-se e adorar). Disse que, antes de entrega-la, devemos pensar em como estão nossos relacionamentos: onde está o seu irmão? (“Portanto, se você estiver apresentando sua oferta diante do altar e ali se lembrar de que seu irmão tem algo contra você, deixe sua oferta ali, diante do altar, e vá primeiro reconciliar-se com seu irmão; depois volte e apresente sua oferta.” Mt 5.23-34).

Nem sempre entendemos as perguntas de Jesus. Muitas vezes, sequer as ouvimos! Nem nos damos conta de que estamos apenas ocupados com nosso castelo, com nossa vontade, com nossos sonhos. Precisamos abrir a janela e olhar além. Há um Reino! Há muito mais do que pensamos! A escolha por aprender a amar é a escolha pelo Reino. O encontro com o outro é a porta para algo maior que apenas nós mesmos. Apenas alguns passos no Reino já deixarão claro o quanto perdemos por ficar apenas em nosso próprio castelo. Nossa vocação é bem maior do que a de construir um castelo. Somos chamados para construir um reino, o Reino de Deus, bem no meio do reino dos homens. Para que todos vejam e saibam de quem somos discípulos!

Compartilhar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.