No caminho do amor

0
121

“Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3.16)

Deus pode compreender completamente e totalmente qualquer pessoa. Ele jamais irá se enganar. Ele não precisa de palavras ou explicações. Mas Deus nos amou e o amor não apenas compreende, ele entra em ação. E foi o que Deus fez: nos amou e enviou Seu Filho Unigênito. Em nossa imaturidade pensamos que, se Deus nos ama, então deveria fazer um tanto de coisas que não faz. Há quem sofra conflitos intelectuais com a fé porque não consegue entender um Deus cheio de amor mas que não impede tantas dores que acontecem no mundo. Não desprezo ou julgo isso completamente. Pois como todos, também não entendo várias coisas e tenho opiniões diferentes das de Deus.

Mas creio no amor de Deus e em Sua grandeza. Creio em Sua sabedoria e perfeição. Creio na Soberania de Deus, mas também creio na autonomia humana. Creio que há muita responsabilidade nossa nas dores que se espalham por esse mundo. Na ação de gananciosos que oferecem produtos que matam, as vezes lentamente. Que causam câncer, mas cuja doença só aparecerá na próxima geração. E aí vemos uma criança nascer com câncer e perguntamos por que Deus deixou. Nosso pecado, nossa maldade, nossa corrupção e injustiça fazem fumaça e dificultam uma melhor percepção do amor de Deus. Olhando em volta, fica difícil crer no amor. Precisamos olhar para Deus! 

O caminho está aberto – podemos crer. Podemos aprender a confiar mais no amor de Deus do que em nossa capacidade de compreender a vida. E, crendo no amor de Deus, compreenderemos a vida de uma maneira muito melhor. E crer nesse amor é segui-lo. É transmiti-lo. É repassa-lo. Se cremos no Deus que ama tanto, devemos amar o quanto pudermos. E se nos dispusermos a amar o quanto pudermos, poderemos amar cada vez um tanto mais. E é amando e sendo amados, amando pessoas e sendo amados por Deus, que seremos felizes num mundo em que, tantas vezes, a vida não faz o menor sentido! E é amando pessoas que aprenderemos a amar a Deus. Porque, quem diz que ama a Deus e não ama pessoas, mentiu (1 Jo 4.20).

Compartilhar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.