Arroz com feijão do Espírito

0
99

De acordo com um comentário feito pela nutricionista Daniela Meira no programa “Mais Você”, que foi exibido no dia 13/08/2013, o prato típico brasileiro do arroz com feijão é uma combinação perfeita de alimentos, pois além de fornecerem diversos nutrientes, os aminoácidos que faltam em um, você encontra no outro. Além disso, são alimentos ricos em vitaminas do complexo B, cálcio e ferro. Mesmo que você esteja fazendo dieta, é importante consumir estes ingredientes, afirma ela. Apesar de ser um cardápio simples, esta mistura consegue atender as necessidades básicas que o nosso corpo necessita. Com tudo isto, ainda tem muita gente que não aceita bem a ideia de se alimentar todos os dias apenas com estes dois itens. Todo mundo apesar de reconhecer a importância do prato, prefere dar uma inovada e variar o cardápio de vez em quanto.

Nesta introdução foi utilizado como exemplo, elementos baratos e simples que conseguem oferecer sustento para o corpo físico. E, para o sustento da alma? Quais seriam os itens indispensáveis para mantê-la bem nutrida? O que seria o “feijão com arroz” dela?

Existem inúmeras atividades que podem agregar conhecimento, renovar a fé daqueles que estejam enfraquecidos e despertar os que estão vivendo em um sono espiritual profundo. O que dizer de uma vigília, onde as pessoas saem de suas casas com o único propósito que buscarem a face de Deus, por horas afinco. Não há como não serem abençoadas! E, os congressos e retiros espirituais, quanto aprendizado em um curto período de tempo. As conferências, workshop e seminários com temas específicos também trazem edificação espiritual para a vida do cristão, sem qualquer sombra de dúvidas; enfim, como não mencionar as campanhas, de missões e outras, que movimentam a igreja e reacendem nos crentes a chama pela pregação do evangelho. Existem ainda muitas outras laborações com o intuito de trazer avivamento e despertamento para os seguidores de Cristo. Tudo é válido, quando o propósito é buscar uma intimidade maior com Deus e, consequentemente, se preparar para cumprir com excelência o ministério que cada um recebeu do Senhor.

Por outro lado, é muito preocupante quando alguém transforma estas ações no seu combustível primacial, ou seja, vive de congresso em congresso, de vigília em vigília, de campanha em campanha, e, mesmo assim, não consegue amadurecer e acaba também não exercendo eficazmente a função para a qual o Senhor o designou; além do mais, a sua vida espiritual fica ancorada nestas coisas, o que pode ser ainda mais danoso. Isto é tão sério que alguns cristãos ficam desconfiados com a euforia dos pós-congressistas, pois, ficam em dúvida se aquele movimento vai gerar frutos, provocar mudanças genuínas ou não passará de um singelo “fogo de palha”. Todas as atividades supramencionadas, a assemelharemos aquele cardápio diversificado, com uma variedade de verduras, legumes, carnes, saladas, etc. Apesar de ser uma delícia para o nosso paladar, bem como muito nutritivo para o organismo pela riqueza de vitaminas e proteínas que possui, a maioria das pessoas não consegue fazer dele, a sua refeição diária.

Logo, o feijão com arroz da alma pode-se afirmar que é a separação diária de um tempo exclusivo para Deus. Um momento que alguns chamam de devocional, onde utilizamos para orar, ler e meditar na Bíblia. Assim como é impossível estocarmos alimento no corpo físico, sendo necessário realizarmos refeições diárias para o mantermos saudável, da mesma forma acontece com a nossa alma. O nosso espírito precisa ser alimentado e bem nutrido, diariamente, com um alimento capaz de mantê-lo sempre de pé, pronto a realizar tudo aquilo que Deus tem planejado para cada um de nós (Pv 23.17; Sl 1.2; Js 1.8; Mt 12.43-45; t 4.4).

Por Juvenal Oliveira – Colaborador deste Portal

Compartilhar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.