Pastor cego é absolvido pela justiça na Índia

0
90

Uma decisão judicial considerada de extrema importância repercutiu na mídia cristã internacional. Ela diz respeito à absolvição do pastor Balu Saste, sua esposa e onze outros membros da igreja na pequena vila de Madhya Pradesh, na Índia.

Eles foram acusados de tentar converter praticantes do hinduísmo ao cristianismo, e por isso foram presos. O pastor Balu foi apanhado durante um culto na igreja, espancado e depois encarcerado por três dias na Índia, junto aos demais cristãos.

Acusações desse tipo são tentativas de barrar o avanço do cristianismo na região. já que em alguns estados da Índia vigoram leis “anti-conversão“, isto é, que proíbem o abandono das tradições religiosas hindus em detrimento de outras religiões.

Para a organização ADF International , parceira global da Alliance Defending Freedom, com sede nos EUA, a absolvição do pastor Balu é uma conquista muito significativa, considerando o aumento da perseguição religiosa na Índia nos últimos anos.

“Ninguém deve ser perseguido por causa da sua fé”, disse Tehmina Arora, diretor da ADF Índia, segundo informações da CBN News.

“A absolvição do pastor Balu e sua família é um passo vital para a proteção da liberdade religiosa e o direito de viver livremente a própria fé. Agora ele pode continuar a cuidar de sua pequena comunidade de cristãos sem a interferência do Estado”, completou.

Ela reiterou que apesar da vitória neste episódio, há muitos outros dignos de atenção espalhados pela Índia, a maioria envolvendo o radicalismo religioso dos hindus.

“Infelizmente, esse não é o único caso na Índia em que os cristãos foram falsamente acusados sob as leis anti-conversão. Essas leis tornam as minorias religiosas sujeitas a prisões arbitrárias e a acusações criminais, violência popular e violações de seus direitos fundamentais”, destacou.

Tanto a United Christian Forum como a ADF Índia reconhecem que muitos ataques aos cristãos possuem o aval das autoridades indianas. Eles já contabilizaram 80 casos só nos primeiros meses desse ano.

“O caso do pastor Balu é um exemplo revelador das injustiças enfrentadas por muitos cristãos na Índia”, conclui Paul Coleman, diretor-executivo da ADF International.

Com informações do CBN News

Compartilhar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.