Estejam sempre alertas

0
67

“Dediquem-se à oração, estejam alertas e sejam agradecidos.” (Colossenses 4.2)

Quando precisamos cuidar de algo ou nos precaver para reagir adequadamente, costumamos dedicar nossos sentidos a monitorar os sinais. A isso podemos chamar de “estado de alerta”. Anualmente vemos catástrofes em períodos de chuva. Nesses períodos é comum que se estabeleça um estado de alerta. Uma atenção especial é dedicada para que se possa agir e reagir adequadamente. Todos praticamos o estado de alerta em certos momentos e em graus diferentes. Por exemplo, quando estamos em busca de preços melhores em passagens aéreas, pesquisamos e ficarmos atentos. Quando estamos aguardando notícias e precisamos atender uma ligação, ficamos em estado de alerta. A falta dele pode nos prejudicar. Aconteceu comigo! 

Certa vez perdi o avião em pleno aeroporto. Como faltava algum tempo para o embarque, abri meu laptop e comecei a trabalhar. Não ouvi o chamado para o embarque. Nem mesmo quando o meu nome foi chamado, como sempre fazem com os passageiros faltantes! Estar em alerta pode nos ajudar a lidar adequadamente com algo ruim, como ajudar a não perder algo bom. Paulo pediu aos cristãos colossenses que estivessem alerta. Eles deveriam ter cuidado para não serem enganado pelo mal, mas também atentos para não perderem os privilégios do bem. Deveriam não apenas resistir ao Diabo, mas buscar a Deus. A vida não segue bem por acaso. Há uma certa quantidade de atenção e alerta necessários.

As Escrituras, e em particular o Evangelho de Jesus, nos falam de descanso e confiança. Há o sábado proposto como dia de descanso, por exemplo. E Jesus disse para descansarmos nele. Somos também ensinados a não viver ansiosos (Fl 4.6). Mas também somos ensinados a estar atentos, pois enquanto estivermos aqui, a carne com sua fraqueza atuará, apesar do espírito estar pronto (Mt 26.41). Precisaremos aprender a organizar a vida para que ela honre a Deus. Há uma ordem inegociável quanto a isso: o Reino de Deus deve ser buscado em primeiro lugar (Mt 6.33). Além disso, neste mundo poderemos ser atingidos por aflições. Jesus disse que devemos manter o ânimo (Jo 16.33). Para não nos esquecermos, para não sermos iludidos ou surpreendidos, devemos estar alertas. Atenção: pare, ore e escute!

Compartilhar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.