‘Deus sabe de todas as coisas’, diz jogador do Fluminense

0
150
Zagueiro, que se recupera de grave lesão no joelho direito.

O zagueiro Matheus Ferraz segue se recuperando da grave lesão no joelho direito, sofrida na partida contra o Athletico-PR, no dia 2 de junho. Na última quinta-feira, o jogador foi submetido a uma cirurgia para reconstruir o ligamento cruzado.

Aproveitando o tempo em casa, Matheus Ferraz usou o Instagram para responder alguns torcedores, seja sobre assuntos particulares, revelando ser evangélico, ou relacionados a sua carreira. As respostas não estão disponíveis no momento já que foram dadas pelos “stories”, ficando no ar apenas por 24 horas.

Entretanto, o LANCE! conseguiu separar as respostas mais interessantes do zagueiro tricolor. Confira:

Quando começa o tratamento?
MF: O tratamento já começa em casa. Fico de 10 à 15 dias em casa, depois começo no clube. Agora é passo a passo e focar na recuperação para voltar forte.

Por que teve que tirar o enxerto da outra perna?
MF: É porque eu já operei uma vez e tirei o enxerto do tendão patelar. Agora rompi o mesmo joelho e para refazer, tirou da outra perna para ficar mais forte.

Como é se lesionar no melhor momento da sua carreira?
MF: É complicado irmão. Eu fico triste é claro, não queria me lesionar, mas Deus sabe de todas as coisas e em tudo se tem um propósito. Eu aceito a vontade dele e agora é focar na recuperação.

Como foi para família se adaptar ao Rio?
MF: Minha esposa sempre teve medo do Rio, porém agora já está se adaptando e até gostando (rs).

Você é evangélico? Qual igreja você frequenta?
Sim. Aqui no Rio frequento a ADVEC (Assembleia de Deus Vitória em Cristo).

Está gostando do carinho da torcida?
MF: Fico muito feliz com o carinho de vocês. É muito importante para o jogador, muito obrigado mesmo.
Matheus Ferraz com a família (Reprodução/Instagram)Fique por dentro das principais notícias de Futebol

Fonte: Lance

Compartilhar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.