“Ela acha que vou pro inferno”, diz Thammy rejeitando os conselhos de Sula Miranda,sua tia

0
259

A ex-modelo Thammy Miranda, que assumiu identidade masculina, revelou que vive desavenças com sua tia, Sula Miranda, por conta de sua opção sexual e opção pela mudança de sexo.

No Programa Raul Gil do último sábado, 29 de junho, Thammy afirmou que Sula Miranda acredita que se ela não se arrepender, vai ter um destino infeliz. “Eu respeito, do mesmo jeito que quero que ela me respeite. É a opinião dela. Ela acha que eu vou pro inferno”, declarou a ex-modelo.

Comentando sobre o reality show Os Gretchens, do canal Multishow, Thammy recapitulou um momento de tensão com Sula Miranda por causa da rejeição da tia em relação à sua mudança de sexo. “Teve um momento que se falou sobre a cirurgia [de redesignação sexual] e ela não gostou. Ela acredita que na religião dela é pecado”, afirmou.

Na ocasião, durante o reality show, Thammy falou sobre sua intenção de fazer uma cirurgia para implantar um pênis. “Ele não vai mexer em nada que eu tenho. Só vai colocar um em cima do que eu já tenho”, disse, explicando para a tia como seria o procedimento.

As intimidades e polêmicas da família apresentadas no programa do canal por assinatura foram mostradas de forma superficial, segundo Thammy: “Teve muito mais confusão do que mostraram. Ali não tinha nada combinado”.

“Nasceu mulher”

O pastor Marco Feliciano (PSC-SP) e Thammy Miranda possuem um histórico de desavenças e discussões públicas em programas de TV, por suas visões antagônicas a respeito da homossexualidade, mudança de sexo e interpretação bíblica.

Em março de 2018, o pastor foi convidado para o Superpop, da RedeTV!, e mais uma vez tocou na ferida, dizendo que a filha da cantora Gretchen “nasceu mulher, e vai ser mulher para sempre”.

“O que eu tenho hoje para falar dela […] Ela é uma mulher. Eu quero falar com a mulher Thammy. O que ela fez, não devia ter feito. Uma pessoa não pode pegar a sua alegria pessoal e tentar transformar isso numa doutrina para todas as pessoas. Ela fez mastectomia. Nosso país hoje tem uma crise muito grande com a área da saúde feminina – a cada 40 minutos uma mulher faz mastectomia no Brasil. A mulher não faz mastectomia por causa de estética, mas porque tem câncer. São 65,7 mil casos, nos últimos cinco anos, de cirurgias […] em mulheres que tiraram suas mamas por causa da enfermidade. Dados do SUS”, comentou Feliciano.

“Eu queria dizer, Thammy, não tenho nada contra você. Eu gosto de você, oro por você, desde o nosso primeiro embate lá no Raul [Gil], você jogou o microfone no chão e saiu de cena porque não suportou debater comigo. Continuo orando por você. Você há de ser feliz. Você nasceu mulher, e vai ser mulher para sempre”, finalizou o pastor.

Fonte: Gospel Mais

Compartilhar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.