Igreja dos Apóstolos de Jesus pode ter sido encontrada na Galileia

0
93

Recentemente, foi desenterrada uma igreja cristã de 1.400 anos, perto do mar da Galileia, no norte de Israel. A construção pode ser a lendária “Igreja dos Apóstolos”. Segundo os arqueólogos, ela teria sido construída acima da casa de Pedro e André, dois dos primeiros seguidores de Jesus.

A descoberta se deu depois que duas equipes de pesquisadores, sendo uma dos Estados Unidos e a outra de Israel, passarem mais de quatro anos escando o local. O lugar fica a poucos metros das margens do Mar da Galileia. Sendo este, na verdade, um lago de água doce ao longo do Rio Jordão.

De acordo com Steven Notley, geógrafo e historiador da Nyack College, de Nova York, disse que as equipes acreditam ter escavado o local da antiga vila de pescadores judeus de Betsaida. Mais tarde, a vila se tornou a cidade romana de Julias. A descoberta, no entanto, está envolta em uma controvérsia. Uma vez que arqueólogos estão escavando um outro local que, supostamente, seria a vila bíblica.

Desde 1980, pesquisadores estão realizando escavações em Et-Tell, a cerca de 1,6 km do local mais recente. O lugar fica nas margens de um lago em Beit Habek, e é também conhecido como El Araj. Entretanto, Notley está convencido de que ele e seus colegas de pesquisa encontraram o local real de Betsaida.

Além do mais, eles também acreditam que a igreja da era bizantina ali encontrada é a mesma que foi descrita por um peregrino cristão no século VIII. Sendo esta construída sobre a casa dos apóstolos de Jesus, Pedro e André, que eram irmãos. “Nós só fizemos essa afirmação depois de três ou quatro anos de  precaução”, disse Notley ao portal Live Science. “Temos muito mais evidências para apoiar nossa afirmação de que isso é Betsaida”, completou.

Igreja dos Apóstolos

Ao longo do Novo Testamento, Betsaida é mencionada diversas vezes. Jesus teria ali curado um homem cego, e nas proximidades da cidade, ele teria alimentado cinco mil pessoas com apenas cinco pães e dois peixes. Além da clássica passagem bíblica, onde Jesus caminha sobre as águas do mar da Galileia.

A pequena vila teria sido o lar de, ao menos, três dos primeiro seguidores de Jesus – Pedro, André e Filipe. Após a crucificação de Jesus, Pedro teria se tornado uma espécie de líder, ou o primeiro Papa, da igreja cristã primitiva. Segundo Notley, a tradição da Igreja dos Apóstolos remonta a 725 d.C., quando um bispo da Baviera chamado Willibald teria visitado Betsaida e escrito sobre isso.

Peças ornamentadas de mosaicos de parede e mármore esculpido já davam aos cientistas algumas pistas de que uma igreja ali seria descoberta. “Tivemos provas para isso, e foi apenas uma questão de tempo até que realmente a encontrássemos”, disse Notley. No último verão então, o piso de mosaico e outras características arqueológicas da igreja primitiva foram descobertos.

Os próximos passos dos arqueólogos agora consistem em escavar o restante da igreja. Entretanto, eles já planejam escavar ainda mais profundamente. Em busca de uma estrutura anterior a igreja, ou até mesmo a casa dos próprios apóstolos. “Algumas pessoas se perguntaram se a igreja é construída sobre uma antiga sinagoga judaica – a santidade de lugares sagrados foi preservada em diferentes períodos, então esse tipo de camadas acontece”, disse Notley.

Fonte: Fatos Desconhecidos

Compartilhar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.