Justiça determina que youtuber terá que gravar vídeo pedindo desculpas por chamar Silas Malafaia de explorador

0
153

O youtuber Felipe Neto foi processado pelo pastor Silas Malafaia por ter sido acusado de “explorar a fé das pessoas para enriquecer”.

Movido em 2017, as partes entraram em um acordo sobre esta queixa-crime e agora Neto precisará gravar um vídeo se desculpando. As informações são do jornalista Lauro Jardim, de O Globo.

No vídeo, que deve ser postado até a sexta-feira que vem, o youtuber precisa dizer: “Em acordo na queixa-crime[…], venho esclarecer que: eu critico a postura e não concordo com muitas coisas que o pastor Silas Malafaia fala, mas não posso provar e afirmar que ele enriquece através de fiéis”.

Compartilhar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.