Cada um de nós dá o que tem

0
74

Sim, dá tanto de positivo quanto de negativo. Quantas vezes cobramos das pessoas um cumprimento, uma atenção, um encorajamento, uma palavra de ternura. Não permitamos que as pessoas e as circunstâncias definam o nosso estilo de vida e o nosso humor. Não devemos viver em função das pessoas, mas do Senhor. O Senhor deve ser sempre o centro das nossas vidas.

Quantas vezes somos piegas, nos comportamos como dormideiras, pois por qualquer coisa murchamos, ficamos tristes, cabisbaixos, angustiados, com autoestima baixa, porque as pessoas não nos dão atenção, não nos valorizam. Por favor, não nos permitamos ficar assim! Somos filhos de um Deus Pródigo, que nos ama extravagantemente, e nos criou e nos salvou em Cristo Jesus para que exerçamos as boas obras em amor (Efésios 2.8-10). Deus é amor. Devemos amar, mas não cobrarmos amor e a atenção das pessoas.

As pessoas dão o que têm: amor ou ódio; simpatia ou antipatia; atenção ou desatenção; palavras positivas ou negativas; sinceridade ou hipocrisia; verdade ou mentira; justiça ou injustiça; honestidade e desonestidade e assim por diante. Em se tratando de ser humano, da natureza de Adão, nada mais deve nos surpreender. O que nos surpreende a cada dia é vermos pessoas que dão amor, agem com solidariedade, com paixão, ternura, misericórdia e oferecem sinceridade ou autenticidade. São coerentes, pois vivem a coerência de Cristo.

Não sejamos simplesmente reativos, mas proativos. As pessoas dão o que têm, tanto de positivo quanto de negativo. Não querem falar conosco, não insistamos. Querem nos evitar, deixemos para lá. Isso não deve mudar nada em nós. Amemos as pessoas, quer elas nos deem o melhor ou não. As pessoas sempre darão o que elas têm. Mais uma vez: darão de positivo ou negativo. Elas serão autênticas ou falsas. As pessoas dão o que elas têm de melhor ou de pior. Não nos enganemos. Não vivamos em função de ações especialmente negativas. Não caminhemos na estrada da decepção humana, mas na estrada do descanso de Cristo Jesus, nosso Senhor e Salvador!

Há muitas pessoas interesseiras, sorrateiras, difíceis, ruins, insensíveis, amorfas, violentas, mal-educadas, grossas, complicadas, mal-humoradas, emissoras de sinais difusos, maliciosas, falaciosas, tendenciosas, céticas, preconceituosas, gananciosas, competidoras, mercantilistas, carnais e com outros atributos negativos. Vivamos em função DAQUELE que, por amor incomparável, deu a Sua vida por nós na cruz. Este merece todo o nosso louvor, a nossa honra, glória, nossas ações de graças e a nossa gratidão profunda!

Guarde isso: CADA UM DE NÓS DÁ O QUE TEM.

Pr. Oswaldo Luiz Gomes Jacob
Colunista deste Portal
www.oswaldojacob.com

Compartilhar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.