Covid-19: Pastor é preso por celebrar culto em desrespeito a ordem de isolamento

0
196
Pastor Rodney Howard-Browne (Facebook)

Um pastor evangélico da Flórida foi detido nesta segunda-feira (30) por celebrar repetidamente cultos com centenas de pessoas, ignorando as ordens de isolamento para retardar o avanço do coronavírus, informou a polícia.

O pastor Ronald Howard-Browne, de 58 anos, foi detido por reunião ilegal e por violar as ordens de isolamento, ao celebrar dois cultos no domingo na cidade de Tampa, na costa leste da Flórida, segundo mostram os registros de sua detenção.

O pastor “ignorou intencional e repetidamente as ordens de autoridades de saúde locais e estaduais, pondo sua congregação e nossa comunidade em perigo”, escreveu no Twitter o xerife do condado de Hillsborough, Chad Chronister.

Howard-Browne, um fervoroso seguidor do presidente Donald Trump, não acredita na gravidade da doença, acusa a imprensa de instigar “ódio e fanatismo” e considera que sua igreja, The River at Tampa Bay Church, é um serviço essencial, que deve permanecer aberto durante a crise.

Após a ordem de detenção, o pastor se entregou e foi libertado menos de uma hora depois após pagar fiança de 500 dólares.

Até esta segunda, a Flórida tinha 5.400 afetados e 63 mortos por coronavírus.

Com Informações do UOL

Convenção Batista Fluminense
Compartilhar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.