Ele é a fonte de Santidade

0
121

Restaura-me o vigor. Guia-me nas veredas da justiça por amor do seu nome.” (Salmos 23.3)

A santidade é uma condição determinante para a caminhada cristã. Ou seja, não há vida cristã sem santidade. Em Hebreus lemos: “Esforcem-se para viver em paz com todos e para serem santos; sem santidade ninguém verá o Senhor.” (Hb 12.14). Este verso tem relação direta com os dois mandamentos que são unificados no ensino de Cristo e que constituem-se no maior e mais importante mandamento: amar a Deus e amar ao próximo. Cumprir este mandamento significa cumprir tudo que se mandou fazer em toda Revelação. Toda a lei se cumpre no amor. É a escolha de amar o próximo que nos inspira a buscar a paz. Devemos amar a todos e buscar a paz com todos. E é a escolha de amar a Deus que nos possibilita experimentar a santidade que nos faz ver Deus e desfruta-lo na vida. Pois a santidade é, definitivamente, a escolha pela vontade de Deus. É obediência. Mas pode haver um problema aqui: o que compreendemos por santidade?

Conheço pessoas e lido com algumas cuja ideia de santidade foi forjada e moldada pelo forno da religiosidade. Há muito de rigor, austeridade, separação e negação em suas perspectivas. E quase nada de leveza, graça, aceitação e paz. É uma santidade que as fustiga constantemente com preocupações e acusações em suas consciências. Por mais que procurem cumprir as exigências, estão sempre em falta. Uma santidade que as torna intolerantes com os outros, pois trata-se de uma santidade que as faz intolerantes consigo mesmas. Neste salmo Davi nos dá um caminho para a santidade: comunhão com Deus. Ele diz que Deus o guia pelas veredas da justiça. E acrescenta: por amor do seu nome. O que significa isso? Significa, em última análise, que é da natureza de Deus nos ajudar a viver corretamente. As veredas da justiça são os caminhos corretos, as escolhas adequadas, as posturas sábias, as atitudes sensatas e isso é santidade. Santidade não é a porta de entrada da comunhão com Deus. A porta de entrada é a graça, abundantemente ofertada a nós em Cristo. Santidade é o resultado da influência de Deus sobre nós. Uma influência que cresce na medida de nosso amor e submissão a Ele.

Deus sabe muito bem onde o sapato lhe aperta! Compreende a expressão? Deus sabe muito bem quais são os seus pontos fracos, onde você tropeça. Ainda que não pratique um ato – e que bom se você não o pratica – Ele sabe o que habita seu coração. Deus conhece pecadores e é o que somos: pecadores. E Ele sabe como caminhar conosco e nos levar a ser melhores. No Salmo 103, Davi oferece um louvor belíssimo a Deus e uma das razões é: O Senhor é compassivo e misericordioso, mui paciente e cheio de amor. Não acusa sem cessar nem fica ressentido para sempre; não nos trata conforme os nossos pecados nem nos retribui conforme as nossas iniquidades. Pois como os céus se elevam acima da terra, assim é grande o seu amor para com os que o temem; e como o Oriente está longe do Ocidente, assim ele afasta para longe de nós as nossas transgressões. Como um pai tem compaixão de seus filhos, assim o Senhor tem compaixão dos que o temem; pois ele sabe do que somos formados; lembra-se de que somos pó.” (Sl 103.8-14) Você tem aproveitado a vida com esse Pastor Divino que sabe assim tão bem como andar com você e aperfeiçoar você? Aproveite! Ele está disponível para você. Ele quer influenciar você. Ele quer ensinar a você sobre santidade, uma santidade que lhe de vida e honre o nome dEle. Tenho certeza que você vai gostar!

Convenção Batista Fluminense
Compartilhar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.