Nota de Repúdio: Evangélicos rebatem jornal que os “culpou” por pandemia

0
158

Nesta quinta-feira (02), a Frente Parlamentar Evangélica rebateu uma matéria do jornal The New York Times, que culpou evangélicos pelo coronavírus. Uma nota de repúdio foi compartilhada nas redes sociais.

O texto do jornal americano foi publicado na última sexta-feira (27) e escrito por Ketherine Stewart. Segundo a Frente Parlamentar Evangélica, a jornalista tentou responsabilizar os evangélicos pela disseminação da doença Covid-19.

– A intenção de Stewart é claramente demonizar os Evangélicos para agradar sua ampla audiência de anti-Cristãos. A intolerância da imprensa contra os Evangélicos é amplamente aceita nos meios de comunicação pelo mundo – defendeu a nota contra o texto de jornal americano.

Leia, abaixo, a nota da Frente Parlamentar Evangélica na íntegra:

Na sexta (27) o jornal The New York Times publicou o seguinte título: “A Estrada para o inferno do coronavírus foi Pavimentada pelos Evangélicos – A resposta de Trump para pandemia tem sido sugestionada pela negação da ciência por parte dos seus ultraconservadores seguidores alienados”. Esse artigo foi escrito pela jornalista Ketherine Stewart, autora do livro Os Adoradores do Poder (The Power Worshipers), um ensaio sobre o ‘perigoso’ crescimento do nacionalismo religioso.

Ela também é autora do livro Clube das Boas Novas (Good News Club). Na opinião de Katherine, os Cristãos querem enganar os cidadãos, não apenas tomando o país, mas estabelecendo uma teocracia e expondo do coronavírus. Segundo ela, Cristãos são anti-ciência, o que está longe da verdade, nomes conhecidos como Galileu Galilei, Decartes e Isaac Newton, eram Cristãos.

Em seu texto, Stewart tenta responsabilizar os evangélicos pela disseminação da doença, desprezando o fato de que na China, onde tudo começou, apenas 3% da população é Cristã. No mundo, a maior concentração do vírus está no nordeste da Itália e na Espanha, onde há pouquíssimos evangélicos conservadores.

A intenção de Stewart é claramente demonizar os Evangélicos para agradar sua ampla audiência de anti-Cristãos. A intolerância da imprensa contra os Evangélicos é amplamente aceita nos meios de comunicação pelo mundo.

Uma injustiça, já que as igrejas evangélicas prestam um relevante serviço à população em tempos de crise sanitária e econômica. A grande maioria das Igrejas seguem os decretos e determinações governamentais e agem motivadas por fé e não por razões políticas.

Para resumir o artigo da jornalista, o motivo porque o vírus se expande tão rapidamente mundo são os Cristãos e suas igrejas.

É ridículo, mas é o que um grande jornal como o The New York Times está tentando equivocadamente provar.

Com Informações do Pleno News

Convenção Batista Fluminense
Compartilhar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.